Consumidor aracajuano aposta nas compras para a copa do mundo

image_pdfimage_print

A Copa do Mundo de Futebol sempre traz um momento propício para vendas de produtos específicos no comércio. Em Aracaju, não é diferente. Dados pesquisados pela Confederação Nacional do Comércio (CNC), analisados pelo Departamento de Economia da Fecomércio Sergipe, mostram que 35.2% da população sergipana irá fazer compras de produtos específicos para curtir o torneio mundial que acontecerá na Rússia, a partir de 17 de junho, torcendo pela seleção brasileira, conforme tabela abaixo.

De acordo com o estudo realizado, os produtos de maior consumo para o período da Copa do Mundo são peças de vestuário, camisetas da seleção brasileira, peças alusivas à Copa do Mundo e produtos correlatos ao certame, com 16,7% dos consumidores que irão fazer suas compras; 15,3% dos interessados pretendem aumentar o consumo de alimentos e bebidas, com eventos organizados em casa ou com amigos para acompanhar os jogos transmitidos pelas redes de televisão; 1,8% pretendem comprar aparelhos de televisão novos para assistir os jogos e 1,3% decidiram comprar equipamentos de telefonia celular, para se manter conectados durante a copa. O superintendente da Fecomércio, Maurício Gonçalves, explica essa tendência do consumidor.

“A copa do mundo é um período que sempre eleva as vendas de determinados tipos de produtos, como cervejarias, eletrônicos e eletrodomésticos, além das roupas com cores direcionadas para a seleção, bem como produtos esportivos. Então é natural que se obtenha um aumento nas vendas do varejo nesse período, o que serve para incrementar a receita nominal do período. A copa chega em um bom período para o comércio, junto com as festas juninas”, disse.

Os investimentos das famílias pesquisadas estão estimados em valores de até R$ 100 para 21,8% dos entrevistados, 20,5% pretendem gastar até R$ 200 em produtos para consumir na copa, 14,4% pretendem aplicar valores até R$ 300 e a grande maioria da população, 43,2% pretende injetar mais de 300 reais em compras específicas para a Copa do Mundo.

As lojas do comércio varejista terão um incremento considerável nas vendas dos produtos para a copa, pois 80,7% dos pesquisados resolveram fazer suas compras nos estabelecimentos comerciais de lojas físicas. Já 19,3% dos consumidores pretendem fazer compras pela internet. Além disso, a maior parcela dos consumidores irá efetuar as compras por meio de pagamento à vista, com 61,5% dos entrevistados. O que leva 38,5% do público a fazer as compras de forma parcelada. O analista David Rangel explica como fará suas compras para a copa.

“Eu já pedi minha camisa da seleção comprando pela internet, mas os jogos vou ver com meus amigos e familiares em alguns bares do bairro. Lá é onde nos encontramos e juntamos as famílias para curtir o jogo sem nenhum problema. Os jogos que acontecerão durante a semana, vou ver em casa. E para isso já montei um estoque de bebidas e tira-gosto para os jogos”, comentou.

Para os dias de jogos, o consumidor aracajuano não está decidido aonde irá assistir as partidas. 64,4% estão indiferentes ao local de acompanhamento dos jogos. 19,9% pretendem assistir os jogos fora de casa com amigos, em bares, restaurantes ou outros locais, enquanto 16,7% dos pesquisados pretendem fazer consumir os produtos comprados para a copa nas suas próprias residências.

 

image_pdfimage_print