Câmara Empresarial discute setor de autopeças

Foi realizada na sede da Federação do Comércio de Sergipe (Fecomércio), uma reunião importante para o setor de comércio de autopeças, por meio da Câmara Empresarial de Peças e Acessórios para Veículos, que contou com a participação de empresários do setor.

Na reunião, foram discutidas as ações em conjunto por parte da Fecomércio e dos empresários do setor de autopeças, para dar melhores condições de exercício da atividade empresarial, com a formação de um melhor ambiente de negócios, beneficiando consumidores e comerciantes, criando melhores oportunidades no mercado.

De acordo com o coordenador da Câmara Empresarial de Peças e Acessórios para Veículos, Carlos Augusto Santos, discutir o ambiente de negócios para o setor é o melhor meio para o enfrentamento da crise econômica que o mercado está sofrendo na atualidade.

“Tivemos uma reunião proveitosa, para dar uma melhor condição de desenvolvimento da atividade empresarial. A Câmara tem sido uma ferramenta importante para conseguirmos unir mais os empresários do setor e buscar a maior capacidade de venda no momento de crise. A Fecomércio tem nos ajudado bastante para conseguir melhores resultados na atividade econômica”, destacou o coordenador.

Para o superintendente da Fecomércio, Maurício Oliveira, as câmaras empresariais são instrumentos de relevância para promover o crescimento empresarial e buscar novas formas de fortalecer a unidade entre os empresários das atividades do setor terciário.

“Discutimos assuntos de suma importância para a melhoria do setor de comércio de autopeças, na reunião da câmara empresarial. Os empresários estão engajados na luta para se destacarem no setor, unindo-se em torno do bem comum. Todos discutiram estratégias de mercado, para que possam vender mais e ofertar melhores condições para o consumidor. No momento de crise, o empresário tem que saber inovar e agir em conjunto, para que todos os negócios tenham fluidez. A Fecomércio tem buscado promover a integração empresarial e fomentar a retomada do crescimento econômico no setor de autopeças”, disse Maurício.

image_pdfimage_print