Entidades de classe discutem comunicação institucional integrada

Assessores de comunicação das entidades de classe que representam o setor produtivo em Sergipe, se reuniram na manhã de sexta-feira (03), na sede da Federação do Comércio, para discutir estratégias de comunicação integrada para fortalecer os organismos classistas no estado.

A reunião, comandada pelo superintendente da Fecomércio, Maurício Gonçalves, contou com participantes da Fecomércio, Acese, Sincor, Sincadise, Sicofase, Fórum Empresarial de Sergipe, Sebrae, Sesc, Senac, CDL e Aracaju Convention Bureau, que conversaram sobre comunicação institucional e de quais maneiras o processo de comunicação pode ser mais integrado, garantido mais robustez na defesa dos interesses das entidades, trabalhando com a informação com máxima credibilidade para a sociedade.

Na oportunidade, foram apresentadas soluções estratégicas desenvolvidas pelo Núcleo de Comunicação e Marketing da Fecomércio, a exemplo da Agência Comércio de Notícias, ferramenta direcionada para a imprensa trabalhar com a coleta de informações relativas ao setor produtivo, envolvendo todas as entidades em um único lugar, como fonte alimentadora de conteúdo.

Além disso foram apresentadas novas ferramentas em desenvolvimento para aplicação na comunicação corporativa, a exemplo do Intra-S e uma ampliação da atuação da Agência Fecomércio, que está em fase experimental. O coordenador do Núcleo de Comunicação e Marketing da Fecomércio, André Gusmão, valorizou a presença maciça dos comunicadores institucionais.

“Receber os profissionais da comunicação empresarial para apresentar projetos e ideias é muito importante para que possamos trabalhar com total unidade, garantindo a qualidade e respaldo da informação. O processo de comunicação institucional tem evoluído e cada vez mais as empresas e entidades representativas estão dando atenção para essa temática, então é importante que possamos fazer o melhor trabalho possível em conjunto com as entidades de classe. Isso dá mais credibilidade às instituições e aos comunicadores”, disse Gusmão.

Os participantes da reunião se prontificaram a atuar no projeto, e deram sugestões de como podem melhorar o processo de comunicação corporativa e aumentar a integração entre as instituições.

image_pdfimage_print