Relator da reforma tributária faz palestra nos Diálogos Empresariais

O relator do projeto de reforma tributária, deputado federal Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), foi o convidado da edição especial do Almoço com Negócios e Diálogos Empresariais, realizado pela Associação Comercial de Sergipe (ACESE) e pela Federação do Comércio de Sergipe (Fecomércio), em parceria com a CDL e Fórum Empresarial, proferindo uma palestra sobre a importância da reforma tributária para o povo brasileiro.

Hauly disse para mais de 250 participantes do evento, sobre o tema que mexe com a vida financeira de todo o país e dos cidadãos brasileiros. A palestra contou com o acompanhamento de empresários, advogados, contadores, profissionais liberais, jornalistas e personalidades da política sergipana. O deputado tem feito uma peregrinação nos estados do país, para explicar como as mudanças na legislação tributária poderão gerar mais empregos para a população e crescimento econômico para o Brasil

“Temos que transformar esse manicômio tributário e jurídico que existe no Brasil, que prejudica as empresas e não estimula a geração de empregos para os trabalhadores, num mecanismo que seja prático para ajudar o país a crescer. É necessário simplificar o sistema tributário brasileiro. A base de consumo é de nove impostos, quero deixar apenas dois. A renda possui duas tributações, vou deixar somente um. Para a base de renda, ficará somente o Imposto de Renda e para o consumo, apenas o Imposto sobre Valor Agregado (IVA) e o Imposto Seletivo (IS). Isso simplifica a tributação. Além disso, devemos desenvolver uma base tecnológica de última geração para a cobrança dos impostos, tudo feito de maneira online. No ato de cada transação de compra e venda, na execução do serviço. Isso serve para acabar com a burocracia e com a corrupção, pois diminui a sonegação de impostos, reduz o contencioso administrativo judicial e acaba com a guerra fiscal, pois a cobrança dos impostos será feita no destino da mercadoria, garantindo a arrecadação equitativa para todos os estados”, disse o deputado.

Hauly destacou que organizando e simplificando a carga tributária, as questões fiscais serão mais claras para toda a população que terá o real conhecimento do que está pagando e porque está pagando os impostos. Para ele, isso moraliza a cobrança e faz justiça com a população, que verá seus rendimentos salariais ganharem mais força, pois haverá mais dinheiro para o consumo.

“Para as empresas, a reforma tributária significa mais competitividade, mais capacidade de geração de empregos e maior circulação de receita, pois o povo terá o seu dinheiro mais valorizado e melhor aproveitado. As empresas vão voltar a empregar e isso também vai melhorar a renda dos trabalhadores. Para o consumidor, vamos tirar os impostos de alimentos, pois comida não deve ser tributada, e também iremos desonerar os medicamentos. Isso significa que uma família com uma renda de dois mil reais, vai ter um ganho de 300 a 400 reais no valor do seu dinheiro, dando mais poder de compra para as famílias”.

O presidente da Fecomércio, Laércio Oliveira, lembrou que a reforma tributária é necessária para poder dar uma maior qualidade de vida para o povo, com ganho de renda e aumento da geração de empregos para a população.

“A reforma tributária é uma pauta positiva para o Brasil e para Sergipe. A população teme aumento de impostos. Isso não pode acontecer. O povo não pode ser penalizado. Já foram conquistados grandes avanços com a reforma trabalhista, que criou um ambiente melhor para o emprego, sem tirar nenhum direito do trabalhador, e isso se amplia com a reforma tributária. O deputado Hauly está fazendo um brilhante trabalho para simplificar as regras tributárias do pais, sem aumentar impostos. Isso é justiça fiscal com os estados e social com a população. Diminuindo os subsídios, sobra dinheiro para a população. O caminho é esse. A simplificação da carga tributária e oferecer melhores condições para o empreendedorismo, pois isso vai gerar emprego e renda para todo nosso povo”, afirmou o Laércio Oliveira.