Sindicato dos Cabeleireiros e Unit firmam parceria na área de biossegurança


Publicado em : 26/06/2014 | por Carlos Fiel | Agência Comércio | Atualizado em: 02/02/2016


Importante parceria foi firmada entre o Sindicato dos Cabeleireiros e Similares Autônomos de Sergipe (Sindicab) e a Universidade Tiradentes (Unit), objetivando divulgar um projeto de pesquisa que a coordenadoria do Curso de Estética e Cosmética, na disciplina de Biossegurança, está realizando em salões de beleza de Aracaju, a fim de mobilizar todos os profissionais da área sobre os riscos de doenças infectocontagiosas. O objetivo da Unit é elaborar um manual de biossegurança, com informações e normas que são adotadas nas áreas do serviço de saúde, visando garantir o bem-estar dos clientes, profissionais e pacientes.

De acordo com informações da professora do Curso de Estética e Cosmética da Unit, Maria Júlia Nardele, o risco de contrair doenças infectocontagiosas nessa área é enorme. “Nós temos os riscos biológicos, físicos e ergonômicos também, além dos acidentes que podem ser provocados por descargas elétricas, através de equipamentos instalados inadequadamente. Existem também grandes problemas com o risco químico, a exemplo da intoxicação causada por formol, aplicado em escovas progressivas e os riscos biológicos, com doenças como a Aids e a Hepatite, que vêm se alastrando pelo mundo”, afirmou.

Segundo Júlia Nardele, existem pesquisas em outros Estados da federação, que mostram uma grande incidência de Hepatite B e C, em profissionais da área de beleza. “A nossa intenção é reduzir em parte, o número dessas doenças entre esses profissionais. Nós não conseguimos ainda identificar se a prevalência é alta ou baixa de doenças virais entre os profissionais sergipanos, mas a gente sabe que a população de soropositivos pela Aids e Hepatite vem crescendo no mundo e Aracaju não vai fugir à regra”, ressaltou, acrescentando que a finalidade da pesquisa é desenvolver um trabalho de educação e orientação, com a elaboração de um manual, em que as pessoas possam conhecer e aplicar medidas que vão, consequentemente, reduzir ou evitar as infecções por essas doenças.

 Para o presidente do Sindicab, Heribaldo Machado, essa parceria é importante para o sindicato porque é função da entidade colaborar com tudo que for em prol dos salões de beleza. “Até agora, o sindicato não tomou conhecimento de nenhuma dessas doenças contraídas por profissionais sergipanos, mas a prevenção é importante.  Por isso, é que nos interessamos em formar essa parceria com a Unit, onde a professora Maria Júlia vai visitar, por amostragem, alguns salões, orientando os seus profissionais sobre os riscos de doenças infectocontagiosas”, pontuou, revelando que só em Aracaju existem em torno de 1.500 salões de beleza e profissionais que trabalham na área. Em todo o Estado, são mais de seis mil salões.

image_pdfimage_print
Tags: , , ,
Autor : Carlos Fiel | Agência Comércio
Categorias : Destaques, Sindicatos