SindicomTB defende manutenção da Feira da Coruja

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista em Geral de Tobias Barreto (SindcomTB) e diretor da Fecomércio Sergipe, José Marcos Andrade, manifestou sua indignação na sessão especial da Câmara Municipal de Tobias Barreto, quando os vereadores da cidade discutiram o Projeto de Lei que pretende regulamentar assuntos referentes à Feira da Coruja, evento comercial semanal tradicional no município e em toda a região centro-sul do estado.

Marcos Andrade discursou para os vereadores do município, representantes do setor produtivo da região, empresários e comerciantes, além das pessoas interessadas no tema. Na ocasião, os participantes debateram sobre a relevância da Feira da Coruja para o Estado de Sergipe e ressaltaram sua importância para o desenvolvimento da economia regional. Segundo Andrade, 75% dos comerciantes da feira vêm de cidades vizinhas. Além disso, a feira já chegou a receber 100 ônibus transportando consumidores e revendedores que viajam à cidade para comprar produtos vendidos lá. Tais informações apontam a visibilidade da feira e sua importância para o comércio de mais de 20 municípios de Sergipe e Bahia.

Marcos Andrade, presidente do SindicomTB na tribuna da Câmara Municipal de Tobias Barreto Imagem: SindicomTB

Tradicionalmente, a Feira da Coruja é iniciada aos domingos e encerrada na segunda-feira. Nas barracas montadas para a realização da feira, são comercializados artigos de cama, mesa, banho, peças de artesanato, além de confecções atreladas ao vestuário adulto e infantil.

Pensando nisso, o presidente do SindcomTB, Marcos Andrade, defendeu a realização tradicional da feira. “Eu defendo a Feira da Coruja e não defendo a mudança da feira. Desde o início eu digo: Coruja não dorme a noite. Se colocarmos a feira para outro dia, vai deixar de ser a tradicional Feira da Coruja e se transformar em outra qualquer. Se nós fecharmos aos domingos, a cidade de Tobias Barreto estará perdendo seu comércio forte e isso vai provocar desemprego para nosso povo. Isso não pode acontecer”, disse Marcos.

Marcos Andrade também evidenciou a realização de uma pesquisa sobre o comércio local. “O achismo não faz parte do meu vocabulário. O SindcomTB, juntamente com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe, através do presidente, Laércio Oliveira, contratou uma pesquisa para avaliar esse cenário. Quarta-feira enviarei essa pesquisa para a Câmara de Vereadores”, afirmou Marcos Andrade.

Fecomércio | Sesc | Senac
CNPJ: 13.040.811/0001-68
Política de Privacidade
Copyright © 2021. Todos os Direitos Reservados
LIVE OFFLINE
track image
Loading...