61% das empresas sergipanas pretendem contratar novos trabalhadores

O ano de 2021 apresenta sinais ainda mais claros de recuperação dos danos provocados pela pandemia da COVID-19 na economia sergipana. Fatores convergentes para a melhoria da economia local foram constatados pelo presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, Laércio Oliveira, após verificar a análise realizada pela assessoria executiva, da pesquisa Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC), realizada pela Confederação Nacional do Comércio (CNC) em fevereiro.

De acordo com a pesquisa, os empresários do comércio sergipano estão animados com a evolução do quadro econômico e pretendem realizar novas convocações de trabalhadores, elevando o estoque de empregos com carteira assinada, e alavancando a circulação de riquezas no setor produtivo do estado. O indicador de expectativa de contratação de funcionários diz que 61% dos empresários pretendem aumentar o número de colaboradores nas empresas. Laércio Oliveira, animou-se com os números e destaca que todas as atividades comerciais estão com ânimo para a contratação de novos trabalhadores.

“O empresário do comércio está mais confiante no quadro econômico atual. Os resultados expressivos do crescimento forte das vendas do comércio varejista ampliado, que seguem um ritmo acelerado desde agosto, a recuperação dos postos de trabalho perdidos durante a fase mais aguda da pandemia, depois da reabertura das atividades econômicas e um quadro mais estável da economia leva os empresários a criarem um sentimento de otimismo para o ano de 2021. Se temos 61% das empresas interessadas em aumentar seu quadro de colaboradores, é porque a economia está se recuperando dos problemas que sofreu em 2020 e as condições de atuação empresarial estão melhores. Esse índice é muito animador e inspira mais esperança de dias melhores para a economia sergipana, para o comércio de nosso estado”, afirmou Laércio Oliveira.

Nos grupos de atividades, as empresas que trabalham com o comércio de bens semiduráveis que pretendem aumentar seu quadro funcional totalizaram 55,8%; no grupo das empresas de bens duráveis, o percentual de interesse de contratação é de 65%; já as empresas que comercializam produtos não-duráveis que devem elevar o estoque de trabalhadores, o indicador apontou 66,6%. A perspectiva de contratação é variada, considerando a percepção de aumentar um pouco ou aumentar muito seu número de empregados. A expectativa de contratação está no mesmo ritmo de confiança das condições da empresa. 85,3% dos empresários indicaram que acreditam que as condições operacionais da empresa devem melhorar.

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe

Endereço: Edf. José Raimundo dos Santos - Rua Dom José Thomaz, 235 - 4º Andar - São José, Aracaju - SE, 49015-090

Fecomércio | Sesc | Senac
CNPJ: 13.040.811/0001-68
Política de Privacidade
Copyright © 2021. Todos os Direitos Reservados