Fecomércio discute criminalização das dívidas de ICMS das empresas

As empresas que estão com dívidas por problemas de pagamento do ICMS podem cair na vala comum, sendo comparadas às empresas que praticam a sonegação fiscal. Para discutir acerca do assunto, o presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, Laércio Oliveira, após ouvir a demanda do Sindicato do Comércio Atacadista e Distribuidor do Estado de Sergipe (Sincadise), buscou alternativas para o entendimento acerca da questão. O promotor de justiça, Bruno Melo, foi convidado por Laércio Oliveira, para c...
More

Comércio sergipano sofre queda de vendas pelo segundo ano seguido

O ano de 2015 não foi nada agradável para o setor de Comércio no estado de Sergipe. O mês de dezembro, que poderia apontar uma recuperação no volume de vendas, apresentou um saldo negativo que entra para a história do estado como o pior dos últimos dois anos, desde a análise da série do mercado. O Comércio Varejista Restrito apresentou uma queda significativa de -13,1% no mês de dezembro de 2015, comparado ao mesmo mês do ano de 2014, levando consigo também uma baixa de -3,1% na receita nominal...
More

Turismo vence com baixa do ICMS sobre QAV

Depois de várias discussões entre a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe (Fecomércio-SE), Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado do Turismo e Esporte (Setesp) e Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), além dos empresários do ramo de turismo e hotelaria de Sergipe, uma vitória foi conquistada. O Governo do Estado decidiu efetuar a diminuição da tributação do ICMS sobre o querosene de aviação (QAV), principal componente dos preços de passagens aérea...
More

Laércio Oliveira vai presidir Comissão sobre a unificação do ICMS

O vice-presidente da Laércio Oliveira, que é deputado-federal pelo Solidariedade-SE, foi eleito em 12 de agosto, como presidente da Comissão da Medida Provisória 683, que trata da unificação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). A finalidade da MP é facilitar o comércio interestadual e estimular o investimento produtivo e o desenvolvimento regional. “Como sabemos, as renúncias fiscais têm o poder de atrair empreendimentos. Ao final, os vencedores da guerra são os estados...
More
image_pdfimage_print