Inova + Sergipe é lançado com projetos em andamento

Foi lançado em cerimônia realizada no Hotel Sesc Atalaia, pelo Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, o projeto Inova + Sergipe, atividade focada no desenvolvimento da economia através da evolução dos processos de tecnologia e inovação, com objetivo de transformar a realidade econômica do estado até o ano de 2030, promovendo geração de emprego e renda para a população, atuando nas diversas áreas do setor produtivo do estado.

O projeto foi lançado com a presença de mais de 200 profissionais das áreas afins do setor de tecnologia e inovação, interessados em participar do projeto, empreendedores com startups em desenvolvimento por meio do programa Centelha, apoiado pelo projeto, e autoridades a exemplo da governadora do Estado em exercício, Eliane Aquino. A apresentação dos trabalhos do projeto foi feita pelo coordenador do Inova + Sergipe e coordenador da Câmara Empresarial de Tecnologia e Inovação do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, Roger Barros. Atualmente são 101 projetos em desenvolvimento por meio da ação do Inova + Sergipe.

“Já temos 1 ano trabalhando, fazendo todo o planejamento estratégico e ações em paralelo. Este não é um movimento de entidades, mas sim um movimento da sociedade, um movimento que transpassa o tempo. A grande preocupação nossa é dar continuidade a esse projeto, pois é muito importante para as gerações futuras do nosso estado”, disse.

Roger destacou a atuação das startups sergipanas que estão participando do programa Centelha, sendo que 23 projetos receberão financiamento no total de 1.2 milhão de reais para acelerarem seu desenvolvimento e serem colocadas em atividade. Roger lembrou que a conquista dos recursos foi uma somação de forças entre o Inova + Sergipe e o Governo do Estado, que deu certo. Além disso, existem outros editais que estão em captação para financiar a aceleração de novas startups.

O presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, deputado Laércio Oliveira, valorizou a potencialidade do projeto em transformar para melhor a realidade da economia sergipana. Ele disse que Sergipe tem uma grande propensão para se tornar um dos grandes polos de novas tecnologias no Brasil, devido à qualidade profissional e inventiva dos empreendedores do setor de inovação.

“O Inova + Sergipe será muito importante para a produção de riqueza, renda e para a geração de emprego, ou seja, para a atração de investimentos. As riquezas, e o conceito de riqueza mudou muito, e as vezes uma boa ideia ou quase sempre uma boa ideia é transformada em um patrimônio incalculável, onde circula milhares de dólares”, comentou.

Segundo o presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, O Inova + Sergipe concentra cabeças pensantes que estão direcionadas para o desenvolvimento do estado e os resultados estão cada dia mais visíveis, com realizações como a conquista desse edital. A inovação em várias áreas é o meio para promover a transformação social, não somente na tecnologia, mas no agronegócio, comércio, serviços, levando novos projetos e ações para estimular a produtividade e geração de emprego e renda.

“Nós temos cabeças maravilhosas, jovens e adultos que pensam a inovação, que pensam a tecnologia, mas que precisam se comunicar de alguma forma para descobrir onde estão os outros polos, onde eles possam se unir para serem mais fortes. O meu papel é construir esse ambiente, e eu tenho certeza de que, a partir daqui o Inova + Sergipe não vai ser mais o mesmo. Se ele já vinha acontecendo de alguma forma muito positiva, ele vai ser muito maior, porque eu sei que muita gente vai ajudar”, afirmou.

Fecomércio e BNB firmam cooperação para facilitar financiamentos para empresas

Na manhã de sexta-feira (07), empresários do comércio varejista, atacadista e varejo de shopping centers se reuniram no NB Hotel, para a celebração de uma parceria entre a Fecomércio e o Banco do Nordeste do Brasil (BNB), com a assinatura de um termo de cooperação entre as entidades, disponibilizando novas linhas de crédito e financiamentos para as empresas associadas aos sindicatos do Sistema Fecomércio de Sergipe. A celebração do contrato aconteceu em um evento promovido pela Associação dos Lojistas do Shopping Jardins (Alshop Jardins).

O acordo assinado pelo presidente da Fecomércio, Laércio Oliveira, e pelo superintendente do BNB, Antônio César de Santana, tem a finalidade de elevar o otimismo dos empresários, com ofertas diferenciadas de crédito para as empresas dos sindicatos da Fecomércio, com o objetivo de alavancar os negócios, por meio do aumento de receita investida nas empresas do comércio de bens, serviços e turismo de Sergipe. Com isso, os empreendedores têm oportunidades diferenciadas para captação de recursos do FNE, disponibilizados pelo banco. O presidente da Fecomércio, Laércio Oliveira, valorizou a nova parceria firmada, destacando que a entidade tem por finalidade promover ações que ajudem as empresas a se desenvolver, trabalhando pela retomada do crescimento econômico e geração de emprego e renda no estado.

“Celebrar esse contrato com o Banco do Nordeste para as empresas dos sindicatos associados à Fecomércio é importante, pois tenho trabalhado para conquistar resultados efetivos que promovam benefícios para as empresas e essa é uma parceria que vai elevar os investimentos empresariais e gerar o aumento do desenvolvimento econômico de nosso estado. As empresas precisam ter parceiros que fortaleçam suas atividades e promovam seu crescimento e o BNB é um parceiro forte para que possamos alcançar esse objetivo”, afirmou Laércio Oliveira.

O superintendente do BNB, Antônio César, destacou que as oportunidades de crédito irão fortalecer o setor produtivo, por meio dos recursos injetados na economia, com taxas de juros menores e mais vantajosas para as empresas.

“A assinatura do convênio pretende ampliar o crédito para os setores de comércio e serviços, tanto em Aracaju quanto no interior do estado. E iremos divulgar as novidades para quem empreende nesses segmentos, que fomentam a economia e estão presentes nos shoppings, centros comerciais e em outros espaços de venda”, disse o superintendente.

As oportunidades de crédito para são uma ferramenta importante para os lojistas, segundo o presidente da Alshop Jardins, Saulo Emídio, que valorizou a parceria com a Fecomércio em diversas ações realizadas pelo crescimento empresarial.

“Nós convidamos a Fecomércio e do BNB para celebrarem este contrato conosco, devido a atenção que a Fecomércio tem em realizar ações conjuntas com a Alshop Jardins, porque traz boas notícias para o lojista, melhorando o otimismo empresarial, com vistas em promover os negócios. Esperamos mais um excelente resultado, desse acordo firmado entre a Fecomércio e o BNB, pois as ações da Fecomércio conosco sempre apresentam resultados positivos”, comentou Saulo Emídio.

Os empresários dos sindicatos associados da Fecomércio podem buscar informações para a contratação dos produtos oferecidos pelo BNB no seu sindicato de representação, ou na própria Fecomércio, para conhecer melhor as linhas de crédito exclusivas ofertadas para as empresas.

CAFÉ COM NEGÓCIOS (Banco do Nordeste)

Laércio Oliveira assume segundo mandato na presidência do Sistema Fecomércio

Laércio Oliveira foi empossado na tarde desta segunda-feira (08) para seu segundo mandato à frente da presidência do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac de Sergipe. A solenidade de posse aconteceu um dia após sua reeleição como deputado federal. O evento contou com a presença de presidentes de sindicatos do sistema, diretores e conselheiros da Fecomércio, representantes de entidades de classe empresariais e personalidades do cenário político do estado, a exemplo do secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de Sergipe, José Augusto Carvalho.

O presidente Laércio ficará à frente do Sistema Fecomércio pelo quadriênio 2018-2022. Em sua posse, Laércio destacou que a ação do sistema irá seguir em processo de avanço, para aumentar sua capilaridade de atuação, com a finalidade de promover ao público comerciário e à sociedade sergipana, serviços de qualidade e excelência, marca registrada do sistema por todas as regiões onde atua com suas unidades físicas e móveis.

“Vivemos novos horizontes de desafios que teremos pela frente. Nosso futuro é continuar avançando em nossa atuação, realizando ações significativas para o povo Sergipe. Vamos trazer novas ideias para desenvolver e, para isso, quero agradecer a confiança de todos, a ajuda e dedicação de nossa equipe para nosso sistema”, disse o presidente.

Laércio reafirmou o seu compromisso com o desenvolvimento do sistema, lembrando que urge defender o as ações de todo o Sistema S, além do trabalho em defesa do setor produtivo do estado de Sergipe.

“Renovo meu compromisso com o Sistema Fecomércio e com todo o Sistema S. Reafirmo meu compromisso de trabalhar pela defesa do setor produtivo sergipano, pois são as empresas que promovem a verdadeira geração de emprego e renda para nosso povo, consequentemente o desenvolvimento da economia e de nosso estado”, afirmou o presidente Laércio.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, José Augusto Carvalho, lembrou que o trabalho de Laércio enquanto defensor do setor produtivo tem ajudado Sergipe de forma muito importante, para a captação de investimentos e vinda de empresas para o mercado sergipano. Carvalho disse que o trabalho em parceria da Sedetec com a Fecomércio, sob o comando de Laércio, tem sido de sua importância para o estado.

“Vivemos um momento marcante para Sergipe ao ver Laércio assumir o seu segundo mandato como presidente do Sistema Fecomércio. O trabalho que a Fecomércio tem feito em favor do desenvolvimento econômico de nosso estado é importante e temos trabalhos importantes em conjunto. A somação de forças da iniciativa pública com a atuação empresarial tem resultado na conquista da confiança do empresário e Laércio tem ajudado de maneira crucial para que sejam captados novos investimentos para Sergipe. Laércio e a Fecomércio são sinônimo de sinergia para Sergipe e esse trabalho tem ajudado a gerar novos empregos e desenvolvimento dos negócios no estado”, afirmou o secretário.

 

 

Inova + Sergipe aumenta capilaridade de ações

O projeto que tem como principal objetivo aumentar a capacidade de geração de emprego no estado e elevar o nível de renda da população sergipana, Inova + Sergipe, continua provocando grande repercussão no segmento empresarial e setores públicos. Em mais uma reunião dos agentes participantes do projeto, que até 2030 quer transformar a realidade econômica sergipana, apresentou mais duas adesões de grande porte para o desenvolvimento dos seus trabalhos.

Objetivando contribuir com os trabalhos de desenvolvimento tecnológico, por meio do incentivo à criação de programas e desenvolvimento das atividades já existentes no setor de TI no estado, o Instituto Federal de Sergipe (IFS) buscou o líder do projeto, o coordenador da Câmara Empresarial de Tecnologia e Inovação da Fecomércio, Roger Barros, para participar dos trabalhos desenvolvidos pela equipe multidisciplinar e poliempresarial encabeçado pelas entidades de classe representativas do setor em Sergipe.

A representante do IFS, Mônica Padrão, valorizou o projeto e disse que o IFS reconhece o Inova + Sergipe como um agente fomentador do desenvolvimento econômico e tecnológico do estado, sendo o instituto um celeiro de formação de novas tecnologias, informou que o IFS está interessado em participar, devido à repercussão provocada no ambiente econômico sergipano. Mônica destacou que o IFS tem muito a contribuir com o processo de desenvolvimento de novas tecnologias, haja vista sua expertise no assunto.

O segundo agente que procurou a Fecomércio para se engajar ao Inova + Sergipe foi a Prefeitura Municipal de São Cristóvão. A representante da administração municipal, Neusa Malheiros, manteve contato para se colocar à disposição dos participantes do projeto, pois reconhece na iniciativa um mecanismo importante para o desenvolvimento da cidade e de toda a população, mostrando que o Inova + Sergipe é uma ação que busca fortalecer a economia de todo o estado, levando além da capital as suas proposituras de fomento ao setor de Tecnologia e Inovação em Sergipe.

O superintendente da Fecomércio, Maurício Gonçalves, comemorou as novas adesões e declarou que o Inova + Sergipe está ganhando mais robustez, confiabilidade e reconhecimento dos agentes públicos e privados, levando ao trabalho em conjunto, com vistas em uma transformação social em todo o estado, em médio prazo.

“O Inova está crescendo e repercutindo muito positivamente na sociedade, chamando a atenção de agentes dos mais diversos setores, o que fortalece a credibilidade de nossa iniciativa. A atuação gerencial do projeto vai além dos participantes, sendo chancelada pelas instituições de maior representatividade empresarial, desenvolvimentista e visionárias de Sergipe. Os agentes públicos estão se aproximando, por reconhecerem que o Inova + Sergipe será o grande propulsor do fortalecimento econômico sergipano, o que aumenta nossa confiabilidade e certeza de que nosso trabalho está seguindo os rumos do sucesso. Estou muito feliz com a chegada desses novos participantes que contribuirão sobremaneira com os trabalhos de toda equipe”, comentou.

O projeto Inova + Sergipe quer fazer um estado preparado para o que virá no futuro, com capacitação pessoal e profissional das pessoas, que encontrarão no mercado de inovação, a oportunidade de melhorar e mudar seu padrão de vida e conta com a participação da Fecomércio, FIES, Sebrae, Unit, UFS, Senac, IEL, Sedetec, SergipeTec, Emgetis, Fapitec, Prefeitura de Aracaju, Prefeitura de São Cristóvão, Caju Valley e a Câmara Empresarial de Tecnologia e Inovação, além de diversos representantes da classe empresarial sergipana.

 

Inova + Sergipe fará mapeamento do ecossistema de inovação no estado

O Inova + Sergipe, projeto que quer promover a revolução socioeconômica no estado de Sergipe para os próximos anos, com foco na criação de um ambiente favorável à inovação e criatividade com geração de emprego e renda para a população sergipana, deu mais um passo para sua realização. Foi decidido na reunião da Câmara Empresarial de Tecnologia e Inovação da Fecomércio, na quarta-feira (04), que o mapeamento dos atores que promovem empreendedorismo e inovação com suas respectivas ações em nosso estado será desenvolvido, para o conhecimento e definição dos próximos passos a serem dados pelos grupos de trabalhos que compõem os quatro Eixos do Inova + Sergipe.

O mapeamento destes atores do estado será realizado por meio de pesquisa que será conduzida pela equipe do Inova + Sergipe. Com a análise dos resultados, será feito o diagnóstico do cenário de inovação e empreendedorismo no estado. O mapeamento visa conhecer os atores que serão integrados ao projeto, com a definição das cadeias de referências correlatas a cada atividade em desenvolvimento pelas entidades e empresários locais. A cadeia produtiva do setor de tecnologia e inovação no estado é um mecanismo forte para dar mais envergadura para o Inova + Sergipe. O coordenador do projeto, Roger Barros, que também coordena a Câmara Empresarial de Tecnologia e Inovação da Fecomércio, destaca a importância do mapeamento das diversas atividades inovadoras do estado, como uma ferramenta fundamental para o êxito do projeto.

“Toda nossa vida passa por inovação, esse setor da economia criativa tem crescido de forma avassaladora e tem a tendência de ser o maior gerador de emprego e renda para os sergipanos. A inovação é sinônimo de inteligência e networking entre as empresas, o que dá segurança para o exercício da atividade empresarial e faz com que tenhamos resultados positivos para o estado, pensando fora da caixa. Mapear as iniciativas desenvolvidas no estado vai facilitar a captação de recursos para o desenvolvimento empresarial local, dando mais possibilidade de fazer os investimentos necessários para a concretização dos nossos objetivos de transformação social em Sergipe”, comentou.

O coordenador destacou que já existem dois editais disponibilizados para a captação de investimentos para o desenvolvimento das empresas através da inovação. Roger lembrou que a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), empresa pública de estímulo ao desenvolvimento de tecnologia, ciência e inovação, está gerando oportunidade de aquisição de recursos para os melhores projetos apresentados pelos empreendedores. Barros ressaltou que Sergipe apresenta atualmente trabalhos em andamento por 35 startups e uma aceleradora de empresas sendo constituída e que em breve estará apoiando projetos com alto potencial de crescimento.

O professor Marcos Wandir Lobão, representante da Universidade Tiradentes (Unit), apresentou o plano de trabalho do eixo de capital e mostrou os editais disponibilizados pela Finep. O professor mostrou o planejamento para o financiamento das empresas e aceleração dos projetos desenvolvidos em Sergipe. Dentro de sua apresentação, Marcos Wandir sinalizou que serão feitas as avaliações das ideias, dos planos de negócios das atividades e viabilidade empresarial, além da aceleração do empreendimento e desenvolvimento de infraestrutura operacional para a realização e acompanhamento dos projetos.

“Apresentar propostas nesses editais é fundamental para incentivar as empresas que têm projetos inovadores e consolidar o sistema de inovação estadual. O programa Inova + Sergipe apoia esta iniciativa para criar um ambiente propício que estimula os empreendedores a elaborar bons projetos, apoiando sua execução e criando mecanismos de proteção, comercialização e ampliação de escala dos novos processos e produtos oriundos dessas inovações”, afirmou o professor.