Natal Iluminado traz mais alegria para Aracaju

Foram acesas na noite de sexta-feira (01), as 75 mil luzes que fazem a decoração do projeto Natal Iluminado, desenvolvido pela Fecomércio, que realizou a decoração natalina da Praça Fausto Cardoso, promovendo uma paginação especial da praça para o período de festas de final de ano. As luzes foram acesas pelo presidente da Fecomércio, Laércio Oliveira, em companha do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira e do ex-governador de Sergipe, Albano Franco, vereadores, entre outras autoridades presentes na praça.

​Ao final da contagem regressiva, um grande público presenciou o momento em que as luzes deram um novo brilho à praça decorada, com árvores, monumentos e espaço aéreo preenchidos pela iluminação adquirida pela Fecomércio, em um investimento aproximado de 300 mil reais. Além do acendimento das luzes, também houve a chegada do Papai Noel, que ficará em sua casinha, localizada no cruzamento dos calçadões das ruas João Pessoa e Laranjeiras. A casa do Papai Noel foi erguida pela Fecomércio e Câmara de Dirigentes Lojistas.

​Laércio Oliveira destacou o trabalho para realizar o projeto e lembrou que a cidade ganha um novo cartão postal no período natalino, ressaltando que a decoração especial permanecerá no período de final de ano, durante os próximos quatro anos. Entretanto, animado com a beleza do ambiente, disse que quer ampliar a decoração nos próximos períodos.

​”Estamos celebrando o natal, um momento importante para a cristandade, para o povo que celebra o nascimento de Jesus Cristo. Isso também é um período importante para o comércio de nossa cidade. Para poder honrar os comerciantes e consumidores, além de todo o povo de Aracaju, resolvemos fazer esse projeto, que em duas semanas, se desenvolveu. Hoje estamos com um belo cenário em nossa cidade, criando um novo cartão postal para o povo de Aracaju. Isso também incentiva mais as vendas do comércio, pois torna-se um atrativo para o público ficar mais tempo no centro da cidade, fazendo suas compras. Todos ganham com o Natal Iluminado. Ganha a cidade, ganham os comerciantes, ganham os consumidores, ganha todo o povo de Aracaju”, disse Laércio.

​A programação de lançamento do Natal Iluminado contou com outra atração, além das luzes que deixaram a cidade mais bonita e do Papai Noel. A Fecomércio custeou um show da cantora Maysa Reis, que animou os presentes, que tiravam fotos e observavam a decoração natalina especial.

NATAL ILUMINADO 2017




Relator da reforma tributária faz palestra nos Diálogos Empresariais

O relator do projeto de reforma tributária, deputado federal Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), foi o convidado da edição especial do Almoço com Negócios e Diálogos Empresariais, realizado pela Associação Comercial de Sergipe (ACESE) e pela Federação do Comércio de Sergipe (Fecomércio), em parceria com a CDL e Fórum Empresarial, proferindo uma palestra sobre a importância da reforma tributária para o povo brasileiro.

Hauly disse para mais de 250 participantes do evento, sobre o tema que mexe com a vida financeira de todo o país e dos cidadãos brasileiros. A palestra contou com o acompanhamento de empresários, advogados, contadores, profissionais liberais, jornalistas e personalidades da política sergipana. O deputado tem feito uma peregrinação nos estados do país, para explicar como as mudanças na legislação tributária poderão gerar mais empregos para a população e crescimento econômico para o Brasil

“Temos que transformar esse manicômio tributário e jurídico que existe no Brasil, que prejudica as empresas e não estimula a geração de empregos para os trabalhadores, num mecanismo que seja prático para ajudar o país a crescer. É necessário simplificar o sistema tributário brasileiro. A base de consumo é de nove impostos, quero deixar apenas dois. A renda possui duas tributações, vou deixar somente um. Para a base de renda, ficará somente o Imposto de Renda e para o consumo, apenas o Imposto sobre Valor Agregado (IVA) e o Imposto Seletivo (IS). Isso simplifica a tributação. Além disso, devemos desenvolver uma base tecnológica de última geração para a cobrança dos impostos, tudo feito de maneira online. No ato de cada transação de compra e venda, na execução do serviço. Isso serve para acabar com a burocracia e com a corrupção, pois diminui a sonegação de impostos, reduz o contencioso administrativo judicial e acaba com a guerra fiscal, pois a cobrança dos impostos será feita no destino da mercadoria, garantindo a arrecadação equitativa para todos os estados”, disse o deputado.

Hauly destacou que organizando e simplificando a carga tributária, as questões fiscais serão mais claras para toda a população que terá o real conhecimento do que está pagando e porque está pagando os impostos. Para ele, isso moraliza a cobrança e faz justiça com a população, que verá seus rendimentos salariais ganharem mais força, pois haverá mais dinheiro para o consumo.

“Para as empresas, a reforma tributária significa mais competitividade, mais capacidade de geração de empregos e maior circulação de receita, pois o povo terá o seu dinheiro mais valorizado e melhor aproveitado. As empresas vão voltar a empregar e isso também vai melhorar a renda dos trabalhadores. Para o consumidor, vamos tirar os impostos de alimentos, pois comida não deve ser tributada, e também iremos desonerar os medicamentos. Isso significa que uma família com uma renda de dois mil reais, vai ter um ganho de 300 a 400 reais no valor do seu dinheiro, dando mais poder de compra para as famílias”.

O presidente da Fecomércio, Laércio Oliveira, lembrou que a reforma tributária é necessária para poder dar uma maior qualidade de vida para o povo, com ganho de renda e aumento da geração de empregos para a população.

“A reforma tributária é uma pauta positiva para o Brasil e para Sergipe. A população teme aumento de impostos. Isso não pode acontecer. O povo não pode ser penalizado. Já foram conquistados grandes avanços com a reforma trabalhista, que criou um ambiente melhor para o emprego, sem tirar nenhum direito do trabalhador, e isso se amplia com a reforma tributária. O deputado Hauly está fazendo um brilhante trabalho para simplificar as regras tributárias do pais, sem aumentar impostos. Isso é justiça fiscal com os estados e social com a população. Diminuindo os subsídios, sobra dinheiro para a população. O caminho é esse. A simplificação da carga tributária e oferecer melhores condições para o empreendedorismo, pois isso vai gerar emprego e renda para todo nosso povo”, afirmou o Laércio Oliveira.




Fecomércio é a casa do empresário sergipano

O ex-governador de Sergipe, Albano Franco, foi recebido na manhã desta terça-feira (16) pelo presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe (Fecomércio/SE), Laércio Oliveira.

Albano conheceu as novas instalações da Fecomércio após sua reforma e conversou sobre os rumos que a economia sergipana e brasileira estão seguindo. Na oportunidade, Albano e Laércio conversaram também sobre o volume de ação e receita gerada pelo comércio sergipano aliado à indústria local.

O ex-governador ressaltou a importância da presença da Fecomércio como entidade representativa dos empresários do estado e valorizou a federação como órgão representativo da classe comercial no estado.

“A Fecomércio é a casa do empresário do setor terciário sergipano. Os comerciantes e empreendedores devem vir conhecer e participar mais das ações deste organismo que trabalha para representar, defender e orientar o empresário para que seu negócio continue seguindo os rumos do desenvolvimento. A iniciativa do presidente Laércio Oliveira é fundamental para que o setor continue enfrentando os problemas que surgem, sob o comando da federação, que existe justamente para proteger as empresas que são as grandes responsáveis pela geração de emprego e renda em Sergipe”, comentou Albano.

O presidente da Fecomércio Sergipe, Laércio Oliveira, destacou a importância de Albano Franco como agente do desenvolvimento, lutando pelo fortalecimento econômico sergipano e brasileiro, como representante empresarial e político.

“Albano, como um homem que trabalhou muito ao longo de sua vida, em favor dos empresários, não apenas enquanto esteve na CNI, mas também como representante político do estado, pois ocupou os cargos de maior relevância, sendo deputado federal, senador e governador, realizando grandes transformações que promoveram a melhoria do comércio de nosso estado. Albano tem uma bela história de amor a Sergipe e isso nos faz sentir cada vez mais orgulho de seu trabalho pelo estado”, disse Laércio.

Na oportunidade, Laércio Oliveira apresentou os números de atendimentos realizados pelo sistema Fecomércio/Sesc/Senac de Sergipe e as ações que estão sendo desenvolvidas pela federação para ampliação da prestação de serviços do Sistema Comércio no interior do estado. Albano ressaltou que a Fecomércio está sendo presidida por uma pessoa que conhece o sistema, o que faz a missão de Laércio ter ainda mais significado para o estado.

albano e laercio 1 albano e laercio 2

“Laércio foi aluno do Senac, mostrou seus diplomas para mim com muito orgulho, ainda quando começava sua vida, ele passou pelo Senac onde fez cursos e se capacitou. Hoje, tem a nobre missão de ajudar a desenvolver ainda mais o Sesc e o Senac em Sergipe. Tenho acompanhado o trabalho e fico muito feliz de conhecer essa nova cara da Fecomércio, sob o comando deste brilhante jovem que preside atualmente”, finalizou Albano Franco.




Supervendas abre com movimentação recorde em negócios

Com uma movimentação de negócios no valor superior a R$ 20 milhões, o Supervendas fechou seu primeiro dia de realização com um saldo extremamente positivo. A feira de negócios que tem a realização da Federação do Comércio de Sergipe (Fecomércio), Sindicato de Distribuidores Atacadistas (Sincadise) e Associação Sergipana de Supermercados (Ases), foi iniciada com um grande volume de transações financeiras entre os expositores e os visitantes.

O montante levantado nos negócios no primeiro dia já superou a primeira fase do evento do ano passado. Os recursos movimentados fortalecem a economia do estado, por meio da circulação de receita nos setores do comércio sergipano. Vários representantes de empresas da capital e interior fecharam negócios e levarão produtos de qualidade a preços mais acessíveis para todos os municípios sergipanos, devido às oportunidades únicas de compras em atacado e varejo, além do comércio de serviços com muitas vantagens oferecidas pelos expositores.

Para o presidente da Fecomércio de Sergipe, Laércio Oliveira, o primeiro dia do Supervendas foi uma vitória para a economia do estado. “Esse grande evento mais uma vez já mostrou sua força neste primeiro dia. Nossa expectativa era de movimentarmos mais de 60 milhões de reais na economia sergipana durante todo o evento. Com certeza vamos superar essa meta, pois os negócios apresentados são muito vantajosos tanto para os comerciantes, quanto para os clientes que terão produtos com qualidade disponíveis em todo o Sergipe. O Supervendas é um sucesso e continua mostrando sua força como fonte de negócios para os empresários e como um mecanismo de fortalecimento da economia sergipana”, comemorou Laércio Oliveira.

O ex-presidente da Confederação Nacional da Indústria e ex-governador de Sergipe, Albano Franco, foi homenageado pelos realizadores do Supervendas pelos esforços e seu trabalho dedicados ao desenvolvimento econômico do estado ao longo de sua vida.

Albano agradeceu a homenagem, destacando que sempre pautou a sua vida em favor do trabalho e do crescimento de Sergipe, com muita vontade de fazer o estado crescer em sua economia.

“Me sinto muito feliz, muito honrado, principalmente pelas entidades que congregam o Supervendas. Estou emocionado, porque os sergipanos sabem de todos os meus esforços ao longo de minha vida de trabalho. Desde jovem me dediquei ao trabalho na usina, depois na CNI e como governador do estado. Aproveito essa oportunidade para reafirmar o meu compromisso com o desenvolvimento de Sergipe. A Fecomércio está de parabéns, por ter à frente um homem visionário que luta pelo crescimento da economia de Sergipe. Laércio Oliveira honra e dignifica o povo sergipano pelo seu trabalho em favor da geração de emprego e renda para o estado”, agradeceu o ex-governador, Albano Franco.

O seguimento do evento deixou o presidente do Sincadise, Hugo França, animado com as oportunidades de negócios que estão sendo propiciadas pela feira em seu sétimo ano de edição. “Este é um evento que se faz com a soma dos esforços de todos. Quero agradecer aos nossos parceiros, expositores e ao público presente nesta edição do Supervendas, que fazem essa feira um grande sucesso”, destacou.

O Supervendas segue até a próxima sexta-feira (17), no Centro de Convenções de Sergipe, com a participação de 62 expositores em 100 stands dos mais variados segmentos do mercado sergipano de serviços, tecnologia e informação, veículos, terceiro setor e comércio atacadista e varejista.

IMG_8403









Por Márcio Rocha