FGTS Injetou R$ 215 bilhões na Economia Brasileira em 2017

De acordo com o Ministério do Trabalho, o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) foi responsável por circular na economia brasileira R$ 215 bilhões em 2017. Esse volume de recursos foi resultado dos saques de trabalhadores e financiamentos concedidos com recursos do Fundo. O valor é maior do que em 2016, quando o total foi de R$ 190 bilhões.

Os saques dos trabalhadores somaram R$ 164 bilhões, desses, R$ 44 bilhões foram referentes aos saques das contas inativas liberadas pelo governo federal, e cerca de R$ 120 bilhões foram de saques previstos em lei.

Outros recursos importantes injetados na economia, oriundos do FGTS, foram os desembolsos para as contratações de obras de habitação, saneamento e infraestrutura para o país. Foram cerca de R$ 51 bilhões para essas áreas. A maior parte do recurso, R$ 48,1 bilhões, foi para habitação, principalmente para habitação popular, como o Minha casa Minha vida, que recebeu R$ 41 bilhões, o equivalente a 85,2% de todo o montante destinado a essa área. Para a mobilidade urbana o desembolso foi de R$ 1,5 bilhão, já para o saneamento básico, o montante desembolsado foi de R$ 1,4 bilhão. Ver gráfico/ilustração.

Radar Fecomércio