Sistema Fecomércio destaca atuação para empreendedorismo feminino

A deputada estadual Maria Mendonça promoveu até o início da noite dessa quarta-feira (10), uma ampla audiência pública sobre empreendedorismo feminino. Na oportunidade, diversos segmentos da sociedade e representantes de instituições se fizeram presentes, com participação do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, apresentando sugestões e experiências, buscando a valorização da mulher. Maria Mendonça buscou propostas para aprimorar o projeto de lei, de sua autoria, que visa a criação de políticas públicas de incentivo para mulheres empreendedoras.

Maria Mendonça explanou que sua ideia é transformar o projeto de lei em tramitação em referência nacional. “Estamos buscando garantir para a mulher sergipana sua valorização e vamos estender isso às escolas da rede estadual para que possamos trabalhar essa pauta com as estudantes. Queremos instituir essa política de estímulo ao empreendedorismo feminino no sentido que este projeto se torne referência para o restante do Brasil”.

A diretora regional do Senac, Priscila Felizola, falou sobre a necessidade de se estimular o “espírito empreendedor” da mulher, destacando a atuação do Sistema Fecomércio na formação e defesa do empreendedorismo feminino. “Quero destacar a iniciativa da deputada Maria Mendonça e agradecer o convite. Carrego o entendimento que já nascemos com o espírito empreendedor pelas diversas funções que realizamos. O maior exemplo é a quantidade de empresas que já são comandadas por nós, mulheres, a maioria das empresas do estado. É uma luta grande e contínua”, propagou. Em seguida, ela falou do número de matrículas de alunos do sexo feminino, comprovando o aumento do interesse das mulheres no querer empreender. Ela disse ainda que o Senac é uma instituição que foca na capacitação e na integração, buscando estimular sempre o espírito empreendedor, inserindo pessoas no mercado de trabalho, gerando renda. “Temos 130 cursos em diversos níveis, formando mulheres capacitadas para abrirem o seu negócio, comandarem empresas e atuar nas mais diversas atividades do comércio de bens, serviços e turismo”, disse.

De acordo com a diretora regional do Sesc, Aparecida Farias, “historicamente a instituição realiza ações que promovem o efetivo fortalecimento de gênero em suas atividades sociais, visando, em especial, a melhoria da qualidade de vida de comerciárias, estudantes e idosas que utilizam os serviços do Sesc e encontram na instituição iniciativas que estimulam o empoderamento feminino, por meio de programações educativas, culturais, de saúde e de lazer, em seus centros de atividades e demais espaços em que o Sesc está presente, desenvolvendo ações afirmativas, as quais colocam a mulher no papel de protagonista em seu ambiente profissional, social e familiar. Também estabelecemos na instituição a liderança corporativa, sensível à igualdade de gênero, tratando todas as mulheres e homens de forma justa no trabalho, respeitando e apoiando os direitos humanos, garantindo saúde, segurança e bem-estar de todas as mulheres e homens que trabalham no Sesc Sergipe, é mister que sem o apoio do Presidente do Sistema, o Deputado Laércio Oliveira, não estaríamos tão à frente do nosso tempo. Vamos muito além, promovendo qualidade de vida para as mulheres por meio das ações que levamos para o público o público feminino em todo o estado por meio de nossa unidade móvel Saúde Mulher, que promovem a transformação social em Sergipe”, destacou a diretora.

Representando o presidente da Fecomércio-SE, deputado federal Laércio Oliveira, a Coordenadora das Câmaras Empresariais, Crys Moura, fez um convite às mulheres presentes.

“Nós que fazemos a Fecomércio consideramos essencial o fomento do empreendedorismo feminino. Nós já fazemos a nossa parte através da Câmara Empresarial da Mulher, incentivando essas gestoras de negócios. Com muito orgulho nós presenciamos essas mulheres abrindo espaços. Nós aproveitamos para convidar a todos que tenham interesse em conhecer o nosso trabalho de fomento. A Fecomércio é a casa das empresárias de Sergipe e luta para garantir a igualdade e as criação de oportunidades para que as mulheres se destaquem no mundo dos negócios”.

 

Com informações da Agência Alese