Natal Iluminado abre espaço para pequenos empreendedores sergipanos


Publicado em : 09/12/2019 | por Victória Valverde | Agência Comércio | Atualizado em: 11/12/2019


Além das luzes, neve, atrações musicais e espírito natalino, o “Espetáculo Natal Iluminado” presenteia os habitantes do estado com um sentimento de sergipanidade através da expressão da cultura sergipana.

Uma das formas na qual esta cultura está sendo homenageada é através do espaço “Negócios Criativos”, criado em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). O objetivo da iniciativa é mostrar a riqueza e diversidade dos produtos elaborados em todo o Estado.

O espaço – que estará em funcionamento durante toda a programação do Natal Iluminado – abriga microempreendedores das cidades de Aracaju (artesanatos variados), Laranjeiras (esculturas em madeira), Estância (produtos de mangaba), Canindé (artesanatos variados) e São Cristóvão (renda irlandesa, crochê e artesanatos de temática local). Cada local está sendo representados por produtos que refletem o que há de mais rico na região.

Vivendo de arte

O artesão laranjeirense Ademar, de 67 anos, começou a esculpir em madeira com 9 anos. A madeira era e é ao mesmo tempo o seu escape do mundo e o portal por onde ele se comunica. O seu trabalho é composto por imagens sacras, animais e figuras da sua imaginação, que ele diz ter de sobra. A lâmina de cerra e o canivete são como pincéis, através dos quais Ademar pinta a realidade que enxerga.

Para Ademar, o espaço “Negócios Criativos” é uma oportunidade para que ele continue a realizar o seu sonho: viver da arte e expor o seu trabalho para cada vez mais pessoas.

“Fico muito feliz em participar do Natal. Está tudo muito lindo e bem feito. Espaços como este são de extrema importância para manter viva a riquíssima cultura do nosso estado”, disse o artesão.

Outra artista que está contente com a oportunidade de participar do Natal Iluminado é a são-cristovense Maria do Carmo, de 56 anos, mais conhecida como Carminha das sementes naturais. Sua história com as sementes começou há 36 anos, quando ela foi explorar a mata de Maragogi, em Alagoas. Lá ela se apaixonou pelos frutos da natureza, como sementes e outros materiais. Através deles, a artesã cria colares, terços, esculturas e mais.

Apaixonada por cores e texturas, Carminha coloca toda a sua paixão no que cria. Além de ser sustentável, sua arte é exclusiva, já que cada peça tem um significado diferenciado, que varia de acordo com o material usado. A artesã reconhece a importância do Natal Iluminado e agradece a abertura do espaço para a exposição de seus produtos.

“Mais do que ter uma fonte de renda, faço minha arte para espalhar boas energias por aí, então estou muito satisfeita em poder divulgar o meu material aqui na praça Fausto Cardoso, ainda mais nesta época do ano, que já é recheada de vivacidade e alegria”, declarou Carminha.

 

 

 

 

 

image_pdfimage_print

Autor : Victória Valverde | Agência Comércio
Categorias : Notícias