Milton Andrade apresenta propostas de governo para a Fecomércio

O candidato ao governo do Estado, Milton Andrade, visita a Fecomércio e conversa com o corpo diretivo da entidade. A reunião conta com a apresentação dos projetos do candidato para Sergipe, com foco no desenvolvimento socioeconômico e para geração de emprego e renda para a população.

Na oportunidade, o presidente em exercício da Fecomércio, Walker Carvalho, entregou uma pauta de reivindicações do setor produtivo acerca da economia do estado, com sugestões para a retomada do crescimento do estado.

Milton Andrade falou sobre o seu intento de fazer um governo com foco na geração de 65 mil empregos para os sergipanos, visando a ampliação das atividades do setor produtivo estadual. O candidato falou sobre suas intenções em promover melhoramento nas questões fiscais, de saúde, segurança, agricultura e enxugamento da máquina pública, com foco central na ampliação da capacidade do estado de abrigar empresas e ofertar um leque maior de oportunidades de negócios e geração de empregos.

Após entregar a pauta sugestiva do setor produtivo para o candidato, o presidente Walker Carvalho comentou a importância de receber os pré-candidatos ao Governo do Estado, para compreender suas intenções e apresentar propostas para a melhoria da economia sergipana.

“Estamos recebendo os candidatos ao governo com muito prazer, a vinda de Milton Andrade foi importante para que possamos conhecer melhor suas proposituras para criar um ambiente de negócios mais propício para os empresários locais. Temos potenciais que podem ser melhor explorados e isso ajuda a fortalecer a economia sergipana. O que os empresários querem é ser compreendidos para poder fazer girar a roda da economia, gerando mais emprego e renda para a população e receita pra Sergipe”, disse Walker. 

Participam da reunião com o candidato, além do presidente Walker, os diretores Breno França, Alex Garcez, Marcos Andrade, Gilson Figueiredo, o superintendente da Fecomércio, Maurício Gonçalves, a economista Sudanês Pereira e o coordenador da Câmara Empresarial de Serviços da Fecomércio, Paulo Monte.

 

image_pdfimage_print