Laércio Oliveira palestra no “Café com RH” promovido pela Unit


Publicado em : 18/05/2018 | por Aparecida Onias | Agência Comércio | Atualizado em: 18/05/2018


O presidente da Fecomércio/Se, Laércio Oliveira, foi o palestrante da quarta edição do Café com RH, promovido pela Universidade Tiradentes – Unit, na manhã de hoje, 18/05, no Delmar Hotel.

O evento, que reuniu representações empresariais dos setores público e privado, faz parte do calendário anual do Projeto Unit Carreiras, que tem a finalidade de aproximar parceiros, firmar novas alianças e proporcionar troca de experiencias e conhecimento.

Laércio Oliveira falou da sua experiência profissional ainda muito jovem e os desafios que enfrentou na formação de sua primeira empresa, a Multiserv, fundada há 32 anos e que ao longo dessas três décadas tornou-se referência de sucesso no segmento.

O presidente destacou ainda, a importância do empreendedorismo na gestão de pessoas e apontou a reforma trabalhista e a lei da terceirização como elementos necessários para o crescimento do País, através da geração de novos empregos, novos modelos de negócio e contratação, facilitando desta forma a ampliação do mercado de trabalho.

Baseando-se em dados oficiais, Laércio apresentou números significativos que refletem a queda na arrecadação da contribuição sindical, que passou a ser facultativa, impulsionando os sindicatos patronais e laborais a se reinventarem na busca da sustentabilidade econômica, para continuarem ativos e reconhecidos pelas categorias que representam.

Para uma plateia atenta, o presidente esclareceu também pontos importantes da reforma trabalhista, principalmente os que tratam das férias, licença maternidade, descanso, dentre outros, que ainda carecem de explicação mais detalhada devido à contrainformação gerada nas redes sociais, com o objetivo de dificultar o entendimento do público quanto aos avanços alcançados com a reforma e os benefícios assegurados com a modernização nas relações do trabalho.

Por meio de gráficos, Laércio apresentou números disponibilizados pelo Ministério do Trabalho, que apontam um decréscimo na perda de empregos de 2015 a 2017. Os números mostram que em 2015 houve uma perda de 2,5 milhões de empregos, em 2016 baixou para 1,6 milhão e em 2017 chegou ao patamar de apenas 20.

Para o presidente da Fecomércio este panorama é o resultado da reforma trabalhista, face às mudanças nas condições de trabalho, de tecnologia e de produção. “A mudança era crucial para elevar a economia no patamar em que o Brasil precisa ser inserido, de forma que venha incluir igualitariamente os interesses de toda a sociedade seja empresários ou trabalhadores”, disse Laércio Oliveira.

image_pdfimage_print

Autor : Aparecida Onias | Agência Comércio
Categorias : Notícias