Inova + Sergipe realiza alinhamento de ações

image_pdfimage_print

O projeto que visa transformar a realidade econômica e social de Sergipe até o ano de 2030, o Inova + Sergipe, realizou mais uma reunião entre os atores participantes para a definição das ações que compõem seus 4 eixos de atuação (Capacitação, Investimento, Infraestrutura e Colaboração). A reunião aconteceu na quarta-feira (27/06), na sede da Fecomércio, com a presença de representantes das entidades parceiras, com os trabalhos direcionados pelo coordenador da Câmara Empresarial de Tecnologia e Inovação da Fecomércio, Roger Barros.

O Inova + Sergipe está trabalhando com a formulação de ações para a complexidade que um projeto desta envergadura exige para o início de sua operação. Para os representantes das entidades parceiras do projeto, Sergipe é um estado que se qualifica como berço histórico de empresários inovadores, compartilhamento de ideias e realização de ações para melhorar o modelo econômico atual, que não comporta mais um mercado sem inovações para manter seu processo constante de competitividade. E com isso, o Inova + Sergipe surge como um mecanismo de desenvolvimento socioeconômico para direcionar esforços no sentido de transformar o cenário atual gerando novas oportunidades, tendo a melhoria da qualidade de vida e geração de empregos e renda para os sergipanos como um de seus objetivos.

Os agentes participantes do Inova + Sergipe lembraram que o trabalho colaborativo e a somação de forças das entidades formarão um trabalho interempresarial que fará uma revolução no mercado local. Ressaltando que o projeto é  institucional. As atividades de desenvolvimento de ações práticas para o mercado de inovação e empreendedorismo, articuladas pelos eixos de atuação dos grupos de trabalho serão realizadas com transparência e com ampla divulgação pelos meios de comunicação.

O representante da Universidade Tiradentes e diretor de Inteligência Competitiva, Domingos Machado, valorizou a iniciativa e pontou ações que devem ser feitas de maneira imediata, para que o Inova + Sergipe atue com mais eficácia.

“Temos que fazer o mapeamento dos agentes de inovação e as ações já existentes em Sergipe para encontrar os eixos potenciais a serem desenvolvidos. Existem várias iniciativas institucionais em curso que podem ser aproveitadas e estimuladas. O projeto não é uma iniciativa pública ou privada, é um projeto dos sergipanos para nosso povo”, destacou o diretor.

O aprofundamento nas questões da atuação do Inova + Sergipe promoverão o melhor entendimento do mercado e seu posicionamento para dar o início de suas ações, segundo o coordenador da Câmara Empresarial de Tecnologia e Inovação da Fecomércio, Roger Barros.

“A compreensão e levantamento das iniciativas de inovação em Sergipe nos dará mais admissibilidade para o conhecimento da realidade do setor de inovação existente no estado. Com isso, poderemos estruturar nossas ações para as áreas fundamentais do desenvolvimento econômico e social, como educação, melhoramento de processos, desenvolvimento de tecnologias que venham facilitar a vida do nosso povo, dando mais oportunidades de trabalho e conquista de independência financeira para as pessoas. O projeto Inova + Sergipe quer fazer um estado preparado para o que virá no futuro, com capacitação pessoal e profissional das pessoas, que encontrarão no mercado de inovação, a oportunidade de melhorar e mudar seu padrão de vida”, comentou Roger Barros.

A reunião do Inova + Sergipe contou com a participação de representantes da Fecomércio, Fies, Unit, UFS, Sebrae, Senac, Sedetec, SergipeTec, Emgetis, SEMICT e Caju Valley.

 

image_pdfimage_print