IBGE busca Fecomércio para parceria na conscientização empresarial

 

Representantes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), liderados pela chefe da unidade estadual, Adriana Sacramento, estiveram na sede da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe (Fecomércio-SE) na sexta-feira (14), para apresentar seu trabalho de pesquisas realizadas para medição estatística do setor produtivo no Brasil e em Sergipe. A ação faz parte de uma proposta de integração do instituto com as entidades empresariais, na busca pela melhoria das relações com as empresas do estado.

Na reunião, a representante do IBGE, Rosinadja Morato, informou que as pesquisas do instituto não possuem finalidade fiscal, que chega a ser considerado um problema, devido à interpretação por parte de alguns empresários que são convocados para participar das pesquisas. Segundo ela, o objetivo das pesquisas do IBGE é trazer a realidade do mercado para a população e a própria classe empresarial sergipana.

“Somos parceiros da classe empresarial e precisamos que eles compreendam que também eles podem ser nossos, pois o mercado e a economia local são estudados com as pesquisas que realizamos com eles. São eles que nos mostram as reais condições do mercado e também nos ajudam a fazer o trabalho com a população. A participação da Fecomércio é importante para que consigamos agir mais profundamente e melhor, no setor empresarial”, disse Rosinadja.

A parceria entre a Fecomércio e o IBGE, surge num momento em que as empresas estão atravessando dificuldades, com o advento da crise econômica que afeta todo o mercado sergipano. Com a incisão da Fecomércio no processo de feitura das pesquisas mensais, a representante do instituto espera que haja uma maior participação empresarial nos trabalhos realizados, fazendo uma radiografia mais precisa do mercado local. O diretor da Fecomércio, Marcos Andrade, lembrou que a integração dos empresários com o IBGE é fundamental para o completo conhecimento do panorama econômico sergipano.

“A participação empresarial é importante para que se tenha uma melhor compreensão de como andam os setores da economia e proporcionar um melhor conhecimento do mercado. Integrar mais o empresariado faz com que encontremos os caminhos para identificação e recuperação dos problemas dos setores”, comentou.

As pesquisas realizadas pelo IBGE no estado poderiam ser mais detalhadas, se houvesse uma maior participação dos empresários ao responderem os questionários apresentados pelo instituto. Para tanto, a Fecomércio desenvolverá ações de conscientização da classe empresarial, com a finalidade de aumentar a precisão dos resultados, estimulando a participação dos empresários de Sergipe.

A equipe do IBGE, por meio da gerente nacional Clícian Oliveira, realizou a apresentação de algumas das pesquisas realizada ao longo do ano, com detalhamento de ações efetivadas e mostra dos resultados apurados. Segundo Rosângela Morato, o instituto possui sigilo estatístico, o que garante o anonimato dos participantes das pesquisas.

O superintendente da Fecomércio, Alexandre Wendel, valorizou a iniciativa do IBGE em procurar a federação para integrar as ações e se comprometeu em colocar a estrutura da entidade à disposição do instituto para o melhoramento no desenvolvimento das pesquisas.

“Nosso presidente, Laércio Oliveira, é um homem antenado na economia de Sergipe e do Brasil, e reconhece a importância que o IBGE tem, principalmente na identificação dos problemas econômicos. E isso o fez voltar sua atenção para o trabalho em equipe. Ele orientou que coloquemos nossa comunicação para que ajude a difundir o trabalho junto às empresas, nos períodos de pesquisa e sabe que com essa parceria quem tem a ganhar é o empresário e a população, pois o raio-x da economia que é feito pela federação conta com a importante participação do IBGE em nossas ações”, destacou Alexandre Wendel.

A reunião contou com as presenças de representantes do Fórum Empresarial, Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (Fies), e Banco do Nordeste do Brasil, que também atuarão como parceiros na conscientização empresarial.

img_5557