Excelência em Gestão Sindical


Publicado em : 12/11/2012 | por Carlos Fiel | Agência Comércio | Atualizado em: 02/02/2016


Avaliadores são treinados

O assessor do Departamento de Planejamento da Confederação Nacional do Comércio (CNC), Anderson Bohrer, esteve recentemente visitando a Fecomércio de Sergipe, a fim de ministrar treinamento para avaliadores do Sistema de Excelência em Gestão Sindical (Segs). Por ser um instrumento de gestão sindical, o Segs permite que o sindicato faça a sua avaliação para verificar como está o desenvolvimento da gestão da entidade. Esse treinamento permite que seja feita uma reflexão em relação às práticas de gestão e verificados principalmente alguns requisitos frente à autoavaliação a ser realizada durante o ano. Em cada uma das entidades é feita também a verificação dos seus processos e indicadores, e frente a isso, pode se fazer um diagnóstico do treinamento para constatar esses critérios específicos.

Durante a visita dos avaliadores a cada entidade, serão avaliados todos os critérios descritos no questionário, verificando a importância dos requisitos ali destacados, principalmente com relação à troca de experiência. Segundo Bohrer, este é o momento em que os sindicatos podem trocar e expor as suas práticas de gestão, discutir as melhorias e verificar a evolução que cada sindicato ou federação vem desenvolvendo em cada um dos ciclos do Segs. Depois da conclusão do ciclo de 2012, que ocorre com a avaliação de consenso, momento em que os sindicatos e federações fazem a visita, com uma entidade visitando a outra, justamente para verificar se as práticas ali descritas têm evidências e a entidade por sua vez consegue sustentar o que foi colocado no seu relatório.

Falando da avaliação que o Segs tem proporcionado as entidades sindicais, Anderson Boherer disse que ela é considerada excelente, principalmente por poder proporcionar uma grande evolução, não só por parte dos sindicatos, mas também das federações, em função da sua sistemática de trabalho. “Por ser o Segs um sistema de excelência em gestão sindical, ele permite que possa ser feita essa visualização da rotina das atividades das entidades e dos processos ali trabalhados, fazendo com que a entidade por sua vez consiga planejar, desenvolver, agir e checar. Essa prática é importante, não só para as entidades sindicais, mas também para as federações poderem otimizar os seus processos dentro da entidade, a fim de dar condições para que os sindicatos mantenham a sua gestão”, ressaltou.

image_pdfimage_print
Tags: , , ,
Autor : Carlos Fiel | Agência Comércio
Categorias : Notícias