Banco do Brasil apresenta oportunidades de negócios para empresários

Seguindo na busca pela captação de recursos para investimentos nas empresas do setor terciário sergipano, a Fecomércio promoveu mais uma reunião entre agentes financeiros e representantes da classe empresarial do estado. Dessa vez, a visita foi realizada pelo novo superintendente do Banco do Brasil em Sergipe, Cássio Benedito Daltoé, que esteve na sede da federação, reunido com o superintendente da entidade, Maurício Gonçalves, e representantes da Câmara dos Jovens Empresários.

A reunião acontecida na manhã de terça-feira (04), conteve a apresentação de oportunidades de negócios entre os empresários e a instituição, com produtos que visam o crescimento das empresas e ofertas exclusivas para os empreendedores do estado. As ofertas contam com soluções financeiras para as questões de capital de giro, operações de contratação de créditos com juros abaixo da tabela balcão ofertadas para as empresas e ações que não comprometem o fluxo de caixa empresarial, dentro do portfólio exibido pelo superintendente, pelo gerente de negócios, Dalton Ganske e pela assessora da gerência, Iana Alves. De acordo com o gerente de negócios, os produtos que o Banco do Brasil oferece para os empresários locais são os melhores do mercado para que as empresas ampliem sua atividade.

“Temos produtos com as taxas mais competitivas do mercado, com ofertas para o desenvolvimento das empresas, com boas opções para os recebíveis de pagamento de cartões, sem que haja o comprometimento do fluxo de caixa”, comentou Dalton Ganske.

O coordenador da Câmara dos Jovens Empresários da Fecomércio, Dilermando Júnior, valorizou as ofertas promovidas pelo Banco do Brasil, lembrando que para as empresas locais é fundamental que sejam providas oportunidades de negócios que tragam vantagens para sua operação.

“É importante que conheçamos as oportunidades oferecidas pelo Banco do Brasil, pois hoje os empresários estão querendo realizar investimentos nos negócios e querem ter o melhor leque de opções disponível para encontrar o produto que mais se adequa a seu perfil. Isso é bom para o empresário e para toda a economia local”, disse o coordenador da Câmara.

Maurício Gonçalves, superintendente da Fecomércio, destacou que as empresas de Sergipe demandam por recursos, para que possam aumentar criação de oportunidades de trabalho para a população e que o Banco do Brasil está entendendo a realidade dos empresários locais, com a promoção de linhas de crédito que se adequam à realidade, diante da economia em situação de crise.

“Investir nas empresas é sinônimo de geração de emprego e renda para nosso povo. Ter a disponibilidade de recursos promovida pelo Banco do Brasil, em um portfólio variado, com vistas a atender todos os tipos de empresas do comércio, serviços e turismo é importante para a classe empresarial de nosso estado. O Banco do Brasil entendeu a realidade dos empresários sergipanos e trouxe para mostrar, produtos que compreendem as necessidades dos empreendedores, o que é bom para toda a cadeia produtiva local”, afirmou Maurício.

A reunião também contou com a presença da Softeam, empresa júnior do curso de computação da Universidade Federal de Sergipe. O diretor-presidente da Softeam, Hugo Barreto, apresentou os produtos desenvolvidos pelos alunos da UFS, destacando que a atuação da empresa júnior é direcionada para a segurança da informação, desenvolvimento das habilidades dos estudantes e tecnológico. A empresa apresentada é atualmente, segundo o diretor-presidente, a que mais promove resultados positivos em faturamento em Sergipe.

image_pdfimage_print