Câmara da Mulher da Fecomércio fortalece empreendedorismo feminino


Publicado em : 09/03/2020 | por Marcio Rocha | Agência Comércio | Atualizado em: 09/03/2020


A mulher empreendedora, ou os negócios conduzidos pela mulher têm contribuído para o crescimento e aquecimento da economia sergipana. Isso é refletido pelo ritmo crescente de empreendedoras, que passou de 38% para 45% em 2019, segundo dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em Sergipe.

Na semana do Dia Internacional da Mulher (08 de março), a Fecomércio apresenta uma das suas iniciativas que fortalece e empodera o público feminino no mercado de trabalho: A Câmara da Mulher Empreendedora e Gestora de Negócios (CMEG).

Em atividade desde 2017, a Câmara da Mulher Empreendedora é composta por 17 mulheres empresárias de diversos segmentos. Juntas, elas discutem em reuniões mensais, o papel da mulher no sistema empresarial e de gestão, além de temas como planejamento, contabilidade, controle, finanças, orçamento, inovação e marketing.

Por meio das pesquisas feitas pelas participantes da câmara, são organizados eventos e iniciativas para suprir qualquer dificuldade existente no meio. Desde a sua criação, a CMEG organizou cinco eventos de grande porte em Sergipe. Todos os eventos promovidos pela câmara visam atingir, atender e desenvolver o maior número de mulheres e seus interesses, habilidades, competências e negócios.

Ocupando os espaços

De acordo com a coordenadora das Câmaras Empresariais da Fecomércio, Crys Moura, as mulheres da CMEG são a prova da competência feminina no meio empresarial.

“A CMEG é composta por mulheres batalhadoras que empreendem e transformam. Com elas, aprendo muito. Nosso trabalho na Câmara tem o objetivo de fortalecê-las, compartilhando conhecimentos e as incentivando a nunca desistir da caminhada. Sou apaixonada por essa causa, essas mulheres são fontes de inspiração e combustível inigualável de transformação”, disse a coordenadora.

A coordenadora da CMEG, Gizelma Lima, reforça o papel da câmara no aumento exponencial da participação feminina nos meios empresariais.

“A câmara hoje está inserida no ecossistema do empreendedorismo local de forma efetiva e bastante contributiva. Temos avançado. Acreditamos que estamos num movimento nunca visto antes no estado, onde diversos organismos e grupos ideológicos buscam e conseguem fazer crescer o empreendedorismo feminino e os seus negócios”, comentou.

O presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, Laércio Oliveira, destacou que Sergipe é um estado no qual o empreendedorismo feminino é uma marca muito forte.

“A maioria das empresas de Sergipe são comandadas por mulheres e isso é um fator determinante para o crescimento da nossa economia. E temos na Câmara da Mulher Empreendedora, um braço forte para estimular o desenvolvimento do estado. A Fecomércio é a casa empresarial das mulheres, buscando promover oportunidades para que os negócios tenham maior participação feminina, pois suas competências peculiares são importantes para que o empreendedorismo continue se fortalecendo”, comentou.

Imagens: Fábio São José

 

image_pdfimage_print
Tags: , , , ,
Autor : Marcio Rocha | Agência Comércio
Categorias : Destaques